Biomedicina

Biomedicina

Apartir de R$ 880,00
veja outras opções

Apresentação

O curso de Bacharelado em Biomedicina da FAP é estruturado numa sólida base técnica e pedagógica. Os conteúdos estão alinhados às Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Biomedicina (DNC) e são trabalhados de forma interdisciplinar e contextualizados, permitindo uma perfeita articulação entre teoria e prática. Isso possibilita aos alunos articular os conhecimentos adquiridos com a realidade de marcado de trabalho.

O curso fundamenta-se em três pilares que norteiam a formação de seus alunos: pesquisa básica e aplicada, análises ambientais e análises clínicas. Nessas três linhas direcionadoras da formação dos alunos do curso de Biomedicina da FAP, são oferecidos os melhores recursos técnico-laboratoriais, bem como professores habilitados à condução do processo ensino-aprendizagem.

Portanto, o perfil de formação desejado é o de um profissional capacitado a atuar na condução de pesquisa científica na área da saúde, realizar análises laboratoriais que deem suporte ao diagnóstico das diversas doenças humanas firmando seus laudos e realizar análises para o saneamento do meio ambiente.

O currículo do curso Bacharelado em Biomedicina da FAP é integralizado pela periodização recomendada em oito (8) semestres, ou seja, prazo mínimo de 8 semestres ou no máximo em 14 semestres no regime acadêmico seriado semestral presencial. Além das disciplinas curriculares obrigatórias e estágios supervisionados de formação, serão sugeridas e ofertadas aos estudantes atividades acadêmicas complementares, assim como atividades de pesquisa e extensão. Para a obtenção do grau, o acadêmico deverá concluir todas as disciplinas obrigatórias e o estágio supervisionado previstos do quadro curricular proposto, totalizando 3094 horas e as atividades acadêmicas complementares (110 horas).

 

Área de atuação

O curso de Biomedicina da FAP, forma bacharéis para o trabalho laboratorial, análise biológica, de extensão e pesquisa, assumindo, na sociedade, responsabilidades de natureza não apenas prática, mas também ética e política.

O profissional formado pela FAP poderá desenvolver suas atividades privativas garantidas em lei nos seguintes campos de atuação:

  • Hospitais: diagnóstico laboratorial;
  • Laboratórios de análises clínicas: realizando exames laboratoriais e firmando seus laudos;
  • Restaurantes (comerciais, industriais, fast-foods, self-service): orientado a higiene de alimentos;
  • Programas de Atenção Primária à Saúde: participando dos programas de atendimento e prevenção;
  • Indústria de alimentos: realizando análise de meio ambiente;
  • Pesquisas: desenvolvendo pesquisa para o desenvolvimento de vacinas, métodos diagnósticos e medicamentos;
  • Centros Universitários de Pesquisa: orientando pesquisa básica e aplicada;
  • Indústrias farmacêuticas: desenvolvendo fórmulas de medicamentos e acompanhando a sua cadeia de produção;
  • Polícias Civil e Federal: realizando perícia criminal;
  • Faculdades e Universidades: ministrando aulas do ciclo básico dos cursos das áreas da saúde e orientando pesquisas.

 

Conselho

Conselho Regional de Biomedicina 1ª Região
https://crbm1.gov.br

Contato

Coordenadora:
Mestre Bárbara Melina Viol Barreto
E-mail: barbara@fap.com.br

 

Corpo Docente

 

Downloads

 

Links úteis e sites recomendados

Conselho Federal de Biomedicina
http://cfbm.gov.br/

Conselho Regional de Biomedicina 1ª Região
https://crbm1.gov.br

 Associação Brasileira de Biomedicina
http://www.abbm.org.br/

Revista Científica de Biomedicina
https://crbm1.gov.br/category/revistas/

Revista Science in Helth
http://www.revistascienceinhealth.com/

Conselho Nacional de Saúde
http://conselho.saude.gov.br/

Secretaria de Saúde do Paraná
http://www.saude.pr.gov.br/

Objetivos do curso

OBJETIVO GERAL

  • O Curso de Bacharelado em Biomedicina tem por objetivo geral: Formar um profissional generalista voltado para a promoção da saúde capaz de diagnosticar patologias, desenvolver pesquisa científica, atuar no magistério superior, realizar análises clínicas e moleculares, de forma a contribuir para a promoção da saúde humana.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

O Curso de Biomedicina da FAP se propõe a:

  • Promover o aprendizado do estudante, tanto no plano pessoal como no social, pelo desenvolvimento do autoconhecimento de uma visão crítica da realidade e pelo aprimoramento técnico-científico;
  • Propiciar o desenvolvimento de atitudes éticas e científicas para desenvolver pesquisas na área da saúde;
  • Capacitar o futuro profissional para prestar assessoramento técnico integrando-se a equipes multiprofissionais;
  • Ofertar conhecimento e experiência para segurança plena do exercício da profissão, possibilitando uma reflexão ampla que garanta a formação da consciência ética e profissional.

 

Perfil do Egresso

O Curso de Graduação em Biomedicina da FAP visa à formação do profissional da área de saúde, generalista, com visão multiprofissional e percepção crítica reflexiva e da realidade social, econômica, cultural e política, capaz de desenvolver atividades técnico-científicas em todos os níveis de atenção à saúde com base no rigor técnico e científico. Além disso, o egresso de Biomedicina da FAP estará capacitado a atuar nas atividades referentes a:

  • Pesquisa Científica e Análises Ambientais;
  • Análises clínicas, Biologia Celular oncótica, análises hematológicas, análises moleculares, produção e análise de bioderivados, análises bromatológicas, análises ambientais e bioengenharia, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade.
  • Biomédico com Bacharelado em Biomedicina capacitado para atuar na educação básica e na educação profissional em Biomedicina.

Com um perfil baseado na solidez dos conhecimentos científicos e na capacidade crítica, o curso de Biomedicina da FAP, forma bacharéis para o trabalho laboratorial, análise biológica, de extensão e pesquisa, assumindo, na sociedade, responsabilidades de natureza não apenas prática, mas também ética e política.O Biomédico é o profissional da área de saúde que alia aos conhecimentos técnico-científicos uma inesgotável disposição para a conquista de novos nichos no mercado de trabalho.

No seu desempenho profissional, o Biomédico poderá desenvolver atividades denominadas privativas de:

  1. Direção, coordenação e supervisão de cursos de graduação em biomedicina;
  2. Planejamento, organização, direção, supervisão e avaliação de serviços de diagnóstico laboratorial;
  3. Planejamento, coordenação, supervisão e avaliação de análises bromatológicas;
  4. Pesquisa científica básica ou aplicada em instituições públicas ou privadas;
  5. Auditoria, consultoria e assessoria em instituições de saúde;
  6. Citologia oncótica (coleta, análise e firmar laudos e pareceres;
  7. Análises hematológicas em hemocentros (inclusive firmar laudos e pareceres)
  8. Emissão de pareceres de responsabilidade técnica de produção, execução e controle de qualidade de insumos biológicos como reagentes, soros e vacina, dentre outros.
  9. Emissão de laudos e pareceres ambientais;
  10. Ensino na educação básica e profissional.

Assim, o trabalho de biomédico, descrito no corpo do presente projeto, pauta-se em princípios éticos que referenciam as ações e os limites do profissional. Por seu turno, a fundamentação ética é normatizada pelo código e ética da categoria, cujo cumprimento é objeto de fiscalização do Conselho Regional de Biomedicina em sintonia com o Conselho Federal de Biomedicina, dispondo como objetivos do trabalho do profissional formado em Biomedicina:

  1. contribuir para promover, preservar e recuperar a saúde do Homem;
  2. empreender-se na pesquisa biomédica para propiciar novas técnicas de diagnóstico;
  3. ter como princípio básico o bem-estar do indivíduo e da coletividade, empenhando-se na promoção da saúde, em especial quanto à assistência diagnóstica e laboratorial, cumprindo e fazendo cumprir a legislação em vigor referente à saúde;
  4. estar, continuamente, atualizando e ampliando seus conhecimentos técnicos e científicos, visando ao bem público e a efetiva prestação de serviços à coletividade;
  5. agir de modo criterioso e transformador, de acordo com os padrões socioculturais do meio em que estiver atuando, acatando os preceitos legais e respeitando os direitos do indivíduo, sem praticar discriminação de qualquer natureza.

Órgãos Colegiados